Prêmio Casa e Jardim: Sala de jantar com mesa com 8 cadeiras, estante e muitas plantas. Projeto do Estúdio Minke.

Prêmio Casa e Jardim: Bem-estar em casa no apartamento Floresta, projeto do Estúdio Minke

O Estúdio Minke, vencedor do Prêmio Casa e Jardim em design de interiores na categoria Identidade, foi fundado em 2016 pelas arquitetas Nabila Sukrieh e Camila Stump na cidade de São Paulo.

O projeto de design de interiores que garantiu o prêmio ao Estúdio Minke se chama Floresta, nome peculiar para um apartamento de 350 m², localizado no bairro de Higienópolis no coração da capital paulista.

Para Nabila Sukrieh e Camila Stump, é importante que seus projetos traduzam a personalidade dos moradores. No caso do Floresta, que demorou cerca de seis meses para ficar pronto, elas pensaram em um espaço com ares retrô, mas também com certa excentricidade, autenticidade e toque lúdico.

Os tons de verde, madeira, elementos e tecidos naturais evidenciam a grande inspiração para o projeto: um quadro com a imagem de uma floresta, muito especial para os moradores e que ganhou destaque no hall de entrada do apartamento.

Continue lendo para saber mais sobre as técnicas que as arquitetas Nabila Sukrieh e Camila Stump, do Estúdio Minke, aplicam para compor os ambientes que proporcionem bem-estar aos seus moradores.

Prêmio Casa e Jardim: o quadro que eu origem ao nome do apartmento floresta do Estúdio Minke
Este quadro com a imagem de uma floresta deu nome ao projeto e recebeu destaque no hall de de entrada do apartamento

Como o Estúdio Minke explora o espaço

Para dar o ponta-pé inicial em um projeto, Sukrieh e Stump avaliam o espaço para entender o volume dos objetos que vão compor o ambiente e como eles podem ressaltar as linearidades do local sem tirar o dinamismo e autonomia do morador, que pode precisar ou querer mudar os itens de lugar.

Camila Stump explica: “Em relação à escolha do mobiliário, a gente sempre busca peças que sejam flexíveis, modulares, que permitam uma dinâmica interessante no dia a dia do morador”.

A gente busca sugerir sofás modulares, principalmente do modelo ilha, que integrem um ambiente de estar e TV ou que o morador possa reposicionar e reconfigurar o layout (do cômodo)”, exemplifica Nabila Sukrieh.

Casa Prêmio e Jardim: sala de estar do apartamento floresta do estúdio minke. Grande TV à esquerda, sofá modular à esquerda, poltrona, lareira suspensa e quadro ao fundo

Plantas como parte da família

Para preencher os ambientes e trazer textura, as arquitetas gostam de adicionar plantas à composição da decoração. Elas descrevem as plantas como parte da família.

No caso do Floresta, além do quadro que inspirou o projeto, há o fato do apartamento ser localizado acima da copa das árvores da praça Buenos Aires em Higienópolis. As plantas dentro do apartamento são uma ligação com o ambiente exterior.

Algumas formas de inserir plantas na decoração: usar plantas pendentes em uma prateleira suspensa, o que traz textura ao espaço, e posicionar um grande vaso com uma planta de folhas largas ao lado de um sofá, proporcionando proximidade com a natureza, mesmo em um ambiente interno e urbano.

Prêmio Casa e Jardim: Quarto de casal do apartamento floresta do estúdio minke. Janela que ocupa a parede toda ao fundo, cama aconchegante à direta, poltrona e muitas plantas.

Como o Estúdio Minke escolhe as cores de um projeto de design de interiores

Quando Camila Stump e Nabila Sukrieh fazem a escolha da paleta de cores de um projeto de design de interiores, elas evitam tons saturados e preferem compor o ambiente com objetos e superfícies de cores complementares, sobretons e cores próximas, geralmente focando em três cores principais.

Nabila Sukrieh conta sobre esse processo: “Gostamos de usar terracota, verde musgo, azul fechado. A gente vem com tons mais neutros em um sofá ou em peças maiores, como caramelo, off-white. Às vezes, a gente usa um bordô ou roxo para contrastar com as outras cores escolhidas”.

“Uma combinação que a gente gosta muito de fazer é ir com uma cor mais forte em uma poltrona ou em uma parede e entrar com um tapete preto e branco com uma padronagem legal. Compor com um cinza e branco, mas com uma estampa bem presente”, conclui a arquiteta do Estúdio Minke.

Prêmio casa e jardim: banheiro do apartamento floresta do estúdio minke. Do lado direito o chuveiro, ao fundo, plantas e banheira, á direita a pia. Banheiro em tom sobre tom de rosa.

Assista abaixo a entrevistas com Nabila Sukrieh e Camila Stum, as fundadoras do Estúdio Minke:

Sobre o Prêmio Casa e Jardim

Em 2021, o Shoptime apresentou a terceira edição do Prêmio Casa e Jardim em parceria com Casa e Jardim, marca do Grupo Globo, que elegeu os melhores projetos assinados por profissionais de todo o Brasil.

No total, foram nove categorias em Design de Interiores, Arquitetura e Paisagismo e mais duas categorias especiais: Transformação com Cores e Criar com Conexão. Saiba mais em www.casaejardim.com.br

Conheça a curadoria especial de itens de decoração do Estúdio Minke, no hotsite do Prêmio Casa e Jardim no Shoptime!

Veja outras dicas de decoração dos arquitetos vencedores do Prêmio Casa e Jardim:

Shoptime

Dicas do Shoptime para o seu dia a dia. Tudo para deixar a sua vida mais fácil, confortável e prática. Conheça ainda mais os produtos que você pode ter na sua casa, aprenda novas receitas, confira as novidades tecnológicas e dicas sobre casa, cozinha e beleza. O Diário de Casa conta tudo pra você.

Você pode gostar

Prêmio casa e jardim: área de estar com sofá, mesa de centro, elementos naturais na decoração

Prêmio Casa e Jardim: uma varada gourmet como ponte entre o rústico e o urbano

Decoração de primavera: veja 9 dicas que vão transformar a sua casa

Decoração de primavera: 9 dicas que vão transformar sua casa

Aquecedor de água a gás

O aquecedor de água a gás é perigoso? Aprenda como usar o aparelho com segurança

Prêmio Casa e Jardim: sala com pilar de concreto com uma grande janela com vista para prédios

Prêmio Casa e Jardim: Desenvolvendo um novo olhar a partir do espaço com o arquiteto Eduardo Franco Correia