guarda-roupa-ideal

5 dicas para escolher o guarda-roupa ideal

Um dos ambientes mais importantes da casa é o quarto e a organização desse ambiente pode fazer toda a diferença no dia a dia. A disposição dos móveis pode tornar mais fácil as tarefas corriqueiras como a limpeza e ajudar a encontrar aquela peça de roupa quando se está com pressa. Além disso, o ambiente pode se tornar mais aconchegante baseado nas escolhas feitas sobre a decoração. Dentre os móveis indispensáveis do quarto, está o guarda-roupa, mas escolher esse item tão necessário e útil não é uma tarefa exatamente simples e pode gerar muitas dúvidas.

Existe uma diversidade gigantesca de produtos, que variam de tamanho, cor, material, número de portas, gavetas e muito mais. O modelo ideal de guarda-roupa varia muito de pessoa para pessoa, sendo fundamental escolher o mais conveniente para o seu uso particular. A receita do sucesso para essa decisão é entender as diferentes partes do móvel e de que forma elas funcionam melhor para você. Por isso, o Diário de Casa separou 5 dicas para te ajudar nessa escolha, vem ver!

1 – Pesquise

Com a infinita quantidade de guarda-roupas que existem hoje, a palavra-chave é pesquisar. Um móvel de qualidade não se resume apenas ao material do qual ele é feito, como também à organização que ele pode proporcionar e ao design, que deve fazer sentido com o espaço disponível e a decoração do ambiente.

2 – Calcule o espaço

O tamanho do guarda-roupa é a primeira questão que se deve levar em consideração. Não adianta encontrar o modelo perfeito se ele não cabe no seu quarto ou, ainda, não comporta todas as suas roupas. Por isso, sempre meça o espaço disponível no quarto e compare com o tamanho do móvel. Comprando online, essas especificações sempre aparecem na descrição do produto, leia com atenção.

madeira2cortadaespaço
O espaço do quarto deve ser levado em consideração na escolha do guarda roupa.

Móveis como um guarda-roupa ou uma cama, podem ocupar muito espaço. Uma forma de amenizar isso é escolher estrategicamente o melhor posicionamento do móvel, de forma a permitir uma locomoção maior no cômodo. Portas de correr são ideais para quartos menores, por exemplo, pois não requerem um espaço extra para a abertura delas.

3 – Entenda os modelos de guarda-roupa

Para escolher o melhor tamanho, pense no que vai ser guardado no armário. Se você planeja guardar diversos jogos de cama e toalhas, opte por um modelo com mais prateleiras. Se possui muitas roupas que precisam ficar esticadas no cabide, busque por cabideiros amplos. O guarda-roupa ideal terá mais espaço para os itens que são prioridade para você e que geralmente estão em maior quantidade.

Alguns guarda-roupas possuem compartimentos extras, como sapateiras, ganchos e divisórias para acessórios, que podem vir a calhar se você é uma pessoa com muitos sapatos ou objetos menores, tornando mais fácil o acesso a essas peças. Espelhos internos ou externos também são uma opção interessante, pois além de terem uma função muito útil, ajudam a trazer uma sensação de que o espaço do quarto é maior.

4 – O guarda-roupa também faz parte da decoração

O guarda-roupa é um dos móveis indispensáveis do quarto e, além de ter uma funcionalidade, ele também pode dar um toque final na decoração. Para deixar esse cômodo tão importante mais aconchegante, escolha um modelo que combine com o restante da decoração. Existe uma variedade gigante de cores e estilos de guarda-roupa, desde modelos mais comuns com cores mais neutras à móveis coloridos e diferentes. O seu gosto pessoal e os outros itens do quarto devem ser levados em consideração nessa escolha, afinal, o quarto precisa ser um ambiente agradável para você.

guarda-roupa coloridoguarda-roupa preto
O guarda roupa pode ser o toque final da decoração do quarto.

5 – A qualidade faz diferença

Os guarda-roupas podem ser feitos de diferentes materiais e isso interfere diretamente na sua qualidade e preço.

Os móveis feitos de MDF, material derivado da madeira, são mais comuns e econômicos. Eles possuem uma boa durabilidade, mas não são tão resistentes à umidade e à luz solar. Se você busca um móvel com um design diferente, um guarda-roupa feito de MDF pode atender às suas necessidades.

O MDP é mais resistente que o MDF e é comum os móveis apresentarem os dois materiais na sua composição. O MDP é muito usado na estrutura da parte interior do guarda-roupa, que precisa sustentar um peso maior. Se você gosta de uma decoração mais simples, o MDP, ou a mistura do MDP com o MDF, pode ser uma boa opção.

Os móveis de madeira são mais resistentes e podem durar muitos anos se bem cuidados. Esse fator afeta diretamente no preço desses itens que, além de mais caros, também são mais difíceis de serem transportados pelo seu peso. Se você possui muitas roupas, um guarda-roupa de madeira pode ser um bom investimento.

Além do material em si, um bom acabamento faz toda a diferença. O tratamento do móvel com um revestimento ou laminação especial também pode ajudar na conservação do guarda-roupa.

madeiramdfcortadamadeiramdfcortada
Escolha o material do guarda roupa com o melhor custo-benefício para você.

Agora que você já sabe como escolher o guarda-roupa ideal, vem descobrir como escolher o sofá perfeito para deixar a sua casa ainda mais completa!

Shoptime

Dicas do Shoptime para o seu dia a dia. Tudo para deixar a sua vida mais fácil, confortável e prática. Conheça ainda mais os produtos que você pode ter na sua casa, aprenda novas receitas, confira as novidades tecnológicas e dicas sobre casa, cozinha e beleza. O Diário de Casa conta tudo pra você.

Você pode gostar

Qual mesa de jantar escolher

Qual mesa de jantar escolher: um guia em 7 passos

ar-condicionado

Qual ar-condicionado comprar de acordo com os BTUs

Qual a melhor máquina de lavar roupas

6 dicas para você saber qual a melhor máquina de lavar roupas para sua casa

livros

8 gêneros de livros para te ajudar a escolher sua próxima leitura